#25 – Martin Fierro

13 de junho de 2018 Youtube  Mais quieto que guri cagado.

Martin Fierro é um nome muito comum aos ouvidos da nossa gente. É tema de várias músicas e poesias gauchescas. Mas quem realmente foi Martin Fierro? Um herói, um monarca, um domador, um mascate, um general? Ele existiu em carne e osso?

Martin Fierro é um personagem de um livro, do escritor argentino José Hernandez. O livro tem nome completo de El gaucho Martin Fierro e foi escrito em 1872. Sete anos mais tarde, veio a “segunda parte” que tem nome de La vuelta de Martin Fierro. Esses livros estão entre as principais obras da literatura argentina. E já foram traduzidas em mais de 30 idiomas.

Mas porque que esse livro é tão importante? Porque obra a é narrado o caráter independente, heróico e sacrificado dos habitantes dos pampas, além do mais classificava esses habitantes como os verdadeiros representantes do caráter argentino.

Outra coisa muito importante é que Martín Fierro não está escrito na forma culta do espanhol, mas sim, copiando foneticamente a forma de falar dos gaúchos.

O que torna Martin Fierro muito mais importante é a época qual ele foi escrito, pois na segunda metade do século XIX, a Argentina vinha se sofrendo os sintomas de uma política com ideários “civilizatórios” que buscava europeizar a população, além de imprimir uma aversão ao gaúcho nativo e selvagem.

Martin Fierro é considerado por muito como “o livro nacional dos argentinos”, um grande marco que permitiu que o el gauchos fossem reconhecidos como legítimos representantes do país. Deixando de lado aquela imagem de changueador e fora-da-lei para ser o povo do campo que habita e vive a pampa em sua plenitude.

Retruque!

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.