A Batalha do Seival e a proclamação da República Rio-Grandense

10 de setembro de 2015 Roda de Mate  Mais quieto que guri cagado.

Tudo começou na tensa manhã de 10 de setembro de 1836, nosso General Antônio de Souza Neto liderou cerca de 400 gaúchos nos campos dos Menezes, atual Candiota, costeando o Rio Jaguarão. Nossos farrapos de pelearam contra soldados imperiais liderados por João da Silva Tavares. Nesse local ocorreu um dos mais importantes embates da Revolução Farroupilha: a Batalha do Seival.

Na volta das 09 horas, tiros das carabinas interromperam a roda de mate e deram início ao duelo. Os cavaleiros farroupilhas seguiram a galope em direção à cavalaria imperial, composta por quase 500 homens. O encontro das tropas fez o metal das espadas rangir e ecoar pelo campo afora. E, mesmo com um número inferior de soldados, os farroupilhas venceram o sangrento combate.

Na aurora seguinte, 11 de setembro de 1836, Neto bradou aos quatro cantos e proclamou a República Rio-Grandense. E a partir dali, esse Sul nunca mais foi o mesmo!

Retruque!

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>