Poucos gaúchos sabem o verdadeiro motivo do início da Revolução Farroupilha, de 1835. O 20 de setembro de 1845 é o marco da assinatuta da Paz de Ponche Verde. A guerra teve início devido aos altos impostos que a coroa aplicava sobre os produtos gaúchos. Cansado de tudo, o nosso General Bento Gonçalves da Silva escreveu uma carta que ao comando brasileiro deixando claro a indignação do povo que vive ao Sul e que não se mexe com os habitantes do garrão. Leia a carta e sinta o espírito farrapo pulsar nas suas veias!

bento

“Em nome do povo da Província de São Pedro do Rio Grande do Sul, depus o Presidente Braga e entreguei o governo ao substituto legal, doutor Marciano Ribeiro. E em nome do Rio Grande eu lhe digo que, nesta Província extrema, afastada dos corrilhos e conveniências da Corte, dos rapapés e salamaleques, não toleramos imposições humilhantes, nem insultos de qualquer espécie. O pampeiro destas paragens tempera o sangue rio-grandense de modo diferente de certa gente que por aí há.

Nós, rio-grandenses, preferimos a morte no campo áspero da batalha às humilhações nas salas blandiciosas do Paço do Rio de Janeiro. O Rio Grande é a sentinela do Brasil, que olha vigilante para o Rio da Prata. Merece, pois, mais consideração e respeito. Não pode nem deve ser oprimido por déspotas de fancaria. Exigimos que o governo imperial nos dê um Presidente de nossa confiança, que olhe pelos nossos interesses, pelo nosso progresso, pela nossa dignidade, ou nos separaremos do centro e, com a espada na mão, saberemos morrer com honra ou viver com liberdade.

É preciso que V. Exª. saiba, Senhor Regente, que é obra difícil, senão impossível, escravizar o Rio Grande, impondo-lhe governadores despóticos e tirânicos. Em nome do Rio Grande, como brasileiro, eu lhe digo, Senhor Regente, reflita bem antes de responder, porque de sua resposta depende talvez o sossego do Brasil. Dela resultará a satisfação dos justos desejos de um punhado de brasileiros que defendeu contra a voracidade espanhola uma nesga fecunda da Pátria; e dela poderá também resultar uma luta sangrenta, a ruína da Província ou a formação de um novo Estado dentro do Brasil.”

Bento Gonçalves da Silva
Setembro de 1835

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *