Negro de sorriso aberto como clarão de alvorada, 
Abre essa gaita aporreada e canta – a mais não poder. 
Canta negro – até morrer, com força de mil gargantas, 
Pois cantando como cantas ninguém te iguala em saber.

Nesse programa vamos continuar a nossa prosa sobre o papel do negro na formação do Rio Grande do Sul, afinal dia 20 de novembro foi o dia da Consciência Negra. Muita história, cultura e informação com a participação do pesquisador e Doutor Carlos Alberto Silva da Silva. No costado disso tudo tem muita música buena pra acompanhar o teu assado. Faça o download desse programa clicando aqui. Se quiser ouvir agora, dá um play abaixo:

Confira a relação de músicas, compositores e intérpretes apresentados nesse programa:

Música Autor Interprete
Trovador Negro Pedro Ortaça Pedro Ortaça
Peão do meu Bagé Mauro Ferreira Bagre Fagundes
Vaneirão lascado Valdir dos Santos Valdir dos Santos
Caçador e pescador Os Mirins
Chiquita Iedo Silva Os Farrapos
Prá quem faz cama dos arreios Salvador Lambérty, Paulo Ricardo Costa e Nilton Ferreira Nilton Ferreira
Cavocando Rimas Francisco Vargas Baitaca
Ronda de Tropa Anomar Danúbio Vieira e Elton Saldanha Jorge Freitas
Tudo na alma Mauro Moraes e Leonel Gomes Leonel Gomez
Romance dos Olhos Negros Anomar Danúbio Vieira César Oliveira & Rogério Melo
De bigode repartido Rodrigo Bauer e Joca Martins Joca Martins
Alma de Estância e Querência Sérgio Carvalho Pereira e Jari Terres Luiz Marenco e Gustavo Teixeira
A Dom Ávila e seu tobiano Leonel Gomez Leonel Gomez
Pra se Falar de Cavalo Aléx Silveira Joca Martins
Dos Imigrantes Hermes Lopes Juliano Moreno e Daniel Cavalheiro
Pedro ventania Mano Lima Mano Lima
Conjunto Pena y Olvido Mario Bonfil Jari Terres
Alma Chamamecera Érlon Péricles Shana Muller e Luiz Carlos Borges
Rancheira Sul Brasileira Delci oliveira e Roberto Luçardo Robledo Martins e Rui Carlos Avila
Calça Larga Folclore Gaúcho Grupo Caverá
O Cancioneiro das Coxilhas Irmãos Bertussi Os Tiranos
Os bailes do Bibirí Jackson Luiz de Ley e Sadi Ribeiro Valdomiro Maicá
Contratempo Beto Caetano Beto Caetano
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *