É do índio nossa origem e esse apego pela terra
Massacres, conflitos, guerra, tingiram o chão missioneiro
Sobrou o changueador pampeiro, que dominou as coxilhas
E que construíram as trilhas pra passagem dos tropeiros

No programa desse domingo vamos falar sobre como que os changueadores e tropeiros foram importantes pra formação do povo gaúcho. No costado, o melhor da música campeira pra acompanhar o teu churrasco. Para fazer o download desse programa é só clicar aqui.

Confira a relação de músicas, compositores e intérpretes apresentados nessa edição:

Música Compositor Intérprete
Tropeiro Noel Guarany Cesar Passarinho
Monumento Rogério Villagran e André Teixeira André Teixeira
Ficou só a chamarrita Adriano Silva Alves e Marcelo Oliveira Marcelo Oliveira
La pucha que gineteada Anomar Danúbio Vieira e Juliano Moreno Juliano Moreno
De Compadre Paulo Ozório Lemes e Fabrício Ocaña Robson Garcia
Fandango de galpão Mateus Neves da Fontoura, Lucas Mendes e Matheus Leal Matheus Leal
Artistas de campo Paulo Osório Lemes, Leonardo Borges e Fabricio Ocaña Daniel Cavalheiro
Potro sem dono Paulo Portella Fagundes e José Cláudio Machado Fabiano Bacchieri
De guerreiro a Payador Pedro Ortaça Pedro Ortaça
Dobrando os pelegos Mauro Moraes Luiz Marenco
Firmando o Garrão Jorge Freitas Jorge Freitas
Madrugador Lucas Ramos, Anomar Danubio Vieira e Rodrigo Morales Ita Cunha
Esparramando o xergão João Fontoura e Zulmar Benitez Jeison Reis
De Marcha Batida Telmo de Lima Freitas Joca Martins
Essência Campeira Mano Lima Mano Lima
Alma rural Anomar Danúbio Vieira e Edilberto Bergamo César Oliveira e Rogério Melo
Pra quem anda bem montado Leonel Gomez Leonel Gomez
Entrando no M’Bororé João Sampaio e Elton Saldanha Walther Morais
Que nem dois irmãos Jorge Guedes e Rodrigo Bauer Jorge Guedes e Família
To de volta, chamarrita! Rogerio Villagran e Kiko Goulart Quarteto Coração de Protro
Sina de Andejo Régis Marques Grupo Rodeio
João Corda feia Rogério Villagran e Sandro Rockembach Sandro Rockembach
De acabresto Fabrício Harden Nielsen Santos
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *