O povo gaúcho por formação tem muita fé e a sua religiosidade é demonstrada de forma muito peculiar, sempre trazendo os elementos do seu dia-a-dia para demonstrar a sua fé. Temos a nossa Missa Crioula e vários poemas que são preces e orações dos gaúchos.

Prece do Gaúcho
Dom Luís Felipe de Nadal

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo e com licença, Patrão Celestial
Vou chegando, despacito, enquanto cevo o amargo de minhas confidências
Porque ao romper da madrugada e o descambar do sol,
Preciso camperear por outras invernadas e repontar do céu
A força e a coragem para o entrevero do dia que passa
Eu bem sei que qualquer guasca, bem pilchado, de faca e rebenque e esporas
Se não se afirma nos arreios da vida, não se estriba na proteção do céu.
Ouve, Patrão Celeste, a oração que te faço.
Ao romper da madrugada e o descambar do sol, tomara que todo o mundo seja como irmão
Ajuda-me a perdoar as afrontas e não fazer aos outros o que não quero pra mim.
Perdoa, meu Senhor, porque rengueando pelas canhadas da fraqueza humana
De quando em vez, quase sem querer, eu me solto porteira afora…
Êta potrilho chucro, renegado e caborteiro…
Mas eu te garanto, meu Senhor, quero ser bom e direito
Ajuda-me Virgem Maria, primeira prenda do céu
Socorre-me São Pedro, capataz da estância gaúcha
Mas pra fim de conversa vou te dizer meu Deus, mas somente pra ti:
Que a tua vontade leve a minha de cabresto pra todo o sempre até a querência do céu.
Amém.

Prece Campeira
João F. Domingues

Patrão velho da estância do céu
Tu que tens o poder e a bondade
Daí a força a aquele que padece
E a luz a quem busca a verdade
Ao doente refaça a saúde
Dai ao arrependido o perdão
Ao viajante a estrela guia
E ao aflito a consolação

Ao culpado o arrependimento
E ao que sofre concede a esperança
Mostra aos homens tua caridade
E protege as nossas crianças
Estendei toda vossa bondade
Cuja fonte é fecunda infinita
Piedade aos que não te conhecem
E a paz quem em ti acredita
Reforçai nossa esperança e fé
Perdoai todas nossas ofensas
Orienta em teus ensinamentos
Todas forças de cultos e crenças

Tua sabedoria revele
Aos que formam nossa sociedade
Nada adianta ter tanta ganância
Tanto orgulho inveja e vaidade
Reforçai nossa esperança e fé
Perdoai todas nossas ofensas
Orienta em teus ensinamentos
Todas forças de cultos e crenças

Estendei toda vossa bondade
Cuja fonte é fecunda infinita
Piedade aos que não te conhecem
E a paz quem em ti acredita

Prece Campeira
Quide Grande e Marciano Mendes

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.